Edson Álvarez fala sobre seu começo difícil no México e espírito de briga em campo

 Edson Álvarez fala sobre seu começo difícil no México e espírito de briga em campo

Edson Álvarez vê o próximo título nacional com o Ajax como uma recompensa pelos sacrifícios que fez. O mexicano de apenas 23 anos disse em entrevista que deixou a casa dos pais aos noves anos para jogar nas categorias de base do CF Pachuca do México.

“Tudo que me tornei como ser humano começou naquele momento. Minha mãe não aceitou muito bem a escolha. Eu era um filho muito novo para sair muito cedo de casa. Mas eu sabia que isso era necessário para me tornar um jogador de futebol melhor. Para ficar mais forte e ser independente, eu tinha que enfrentar esse desafio na minha vida” disse Edson Álvarez.

O zagueiro conta que aprendeu a lutar desde a juventude no clube mexicano.

“Ainda dá para ver isso no meu jogo no Ajax. Se vencermos por 2 a 0 ou 3 a 0, às vezes vejo alguns jogadores relaxando. Não posso fazer isso. Nada está certo ainda, não conquistamos nada. Estou sempre em alerta” completou Edson Álvarez.

O mexicano vê que está recebendo cada vez mais reconhecimento na Holanda.

“No início recebi muitas críticas por causa do tipo de jogador que sou. Eu sabia que eles tinham meio-campistas no Ajax que possuem mais qualidades técnicas do que eu. O que dou a esta equipe é o equilíbrio” completou Edson Álvarez.

O defensor também tenta transferi o seu espírito de luta para toda a equipe.

“Em primeiro lugar, quero que todos queiram vencer mais do que eu. Quero colocar na cabeça de todos que temos que vencer todos os jogos, quero ver a nossa equipe com uma mentalidade vencedora. Nós temos que entrar firme em todas as divididas, se não, o adversário entrará e ganhará todas as nossas bolas” disse Edson Álvarez.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *