“No Feyenoord não há dinheiro para novos jogadores”

 “No Feyenoord não há dinheiro para novos jogadores”

Arne Slot chegará ao Feyenoord em dois meses e já sabe que terá muitos problemas para resolver assim que colocar os pés em De Kuip. O novo treinador deverá encontrar um grupo reduzido de jogadores e com grandes chances de nem mesmo conseguir uma vaga para disputar uma das três competições europeias na próxima temporada.

Enquanto o Ajax já esteja planejando fortemente a próxima temporada e uma quantia interessante de dinheiro será liberada para o PSV investir em seu elenco, tudo permanece silencioso em Roterdã e o tempo está passando.

“O sentimento geral é ruim. Não há dinheiro para contratar novos jogadores e, portanto, as expectativas são muito baixas para a próxima temporada” disse o comentarista da tevê holandesa, NOS.

O comentarista também afirma que Arne Slot já segue trabalhando nos bastidores do Feyenoord.

“Arne Slot está muito ocupado conversando com todas as pessoas dentro do Feyenoord. Ele procura conhecer e entender mais como funciona a dinâmica do clube, mas permanece em segundo plano” disse Arman Avsaroglu.

A última e única vez em que Arne Slot falou sobre o seu novo trabalho no Feyenoord foi em dezembro de 2020 e já tinha adiantado que só falaria sobre uma reforma no elenco quando Dick Advocaat entregasse o comando do clube para ele.

Na época, o Feyenoord estava indo bem. Com tudo para ser decidido na Eredivisie em janeiro, o Feyenoord tinha grandes chances de estar brigando ponto a ponto com AZ Alkmaar, Ajax e PSV pelo título da Eredivisie. Neste momento, o Stadionclub está a 21 pontos de distância do líder, Ajax.

O renascimento na temporada passada interrompida pela pandemia do COVID-19, trouxe esperanças para os Rotterdammers. Naquele momento, Dick Advocaat assumia o comando da equipe após a demissão de Jaap Stam. Steven Berghuis voltava a jogar em altíssimo nível e se tornou capitão do clube de Roterdã.

O mesmo Steven Berghuis está sob forte pressão após ser expulso no final de passado contra o Vitesse. Um jogo que o Feyenoord poderia afirmar que continuaria sonhando com uma vaga europeia na próxima temporada. O capitão e principal nome do Feyenoord ficará suspenso pelas próximas duas rodadas e perderá o clássico contra o Ajax.

Segundo Arman Avsaroglu, pode ser melhor para todos os lados se Steven Berghuis optar por deixar Roterdã ao final da temporada.

“Steven Berghuis determina tudo no Feyenoord. Ele é o capitão, é importante, mas também está frustrado com a falta de qualidade técnica da equipe para brigar por coisas maiores, principalmente na Holanda” disse Arman Avsaroglu.

A grande esperança do Feyenoord para tentar reforçar o clube poderá ser olhar para suas categorias de base. O clube de Roterdã fez isso em 2007 e teve um excelente retorno, revelando nomes como Roy Makaay, Giovanni van Bronckhorst, Kevin Hofland, Tim de Cler e Denny Landzaat.

Em 2011, quando o time era comandado por Ronald Koeman, o clube de Roterdã precisou olhar, forçadamente, para suas categorias de base que lhe rendeu nomes como Tonny Vilhena, Jordy Clasie, Stefan de Vrij e Bruno Martins Indi.

“Não parece que a atual safra de jovens jogadores seja do mesmo nível que o clube tinha naqueles dois momentos. No entanto, assim como Ronald Koeman fez há dezs anos, Arne Slot provavelmente terá que depender das categorias de base do Feyenoord para montar uma equipe minimamente competitiva” disse Arman Avsaroglu.

Quase nada está claro em relação ao que espera o Feyenoord para a próxima temporada. É certo que Arne Slot terá o retorno de Franco Antonucci que vem se tornando uma grata surpresa na Keuken Kampioen Divisie. Ele passou toda essa temporada no FC Volendam e vem se destacando como o principal nome do clube na atual temporada.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *