Adrie Koster promete não deixar o Willem II

 Adrie Koster promete não deixar o Willem II

Após mais uma derrota, uma possível demissão de Adrie Koster do comando técnico do Willem II começa a crescer. O clube não vence uma partida desde novembro de 2020.

Se a diretoria vai demitir Adrie Koster, ele não sabe, mas já afirmou que não vai abandonar o clube, principalmente nesse momento.

“Nós estamos enfrentando um momento complicado. Eu sei disso e faço parte do problema. Nós estamos lutando, trabalhando, buscando caminhos para sair dessa situação. Não irei deixar o clube, vou ficar até o dia que mandarem eu ir embora. Nós vamos lutar cada partida e vamos sair dessa situação” disse Adrie Koster na saída do estádio, após a derrota por 3 a 1 para o PEC Zwolle.

Até os 45 minutos do primeiro tempo, o Willem II estava dominando a partida, mas quando Sander van der Eijk mostrou cartão vermelho para Kwasi Wriedt, a situação saiu totalmente do controle dos Tricolores.

“Eu não achei que aquela jogada era para cartão vermelho. Ele não foi na intenção de machucar Mike van Duinen. Nas imagens que vi, eu acho que o árbitro errou na sua decisão e que prejudicou demais a nossa equipe” disse Adrie Koster.

Quem também comentou na saída de campo sobre a situação do Willem II, foi o zagueiro, Jordens Peters. Ele acredita que os Tricolores estavam com o domínio da partida até a expulsão de Kwasi Wriedt.

“Nós estávamos com o jogo na mão. Depois da expulsão, o PEC Zwolle criou muita coragem e veio para cima da nossa equipe e não soubemos lhe dar com isso. A expulsão no final do primeiro tempo foi um duro golpe contra a nossa equipe” comentou Jordens Peters.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *