Cheio de infectados pelo COVID-19, PSV perde em Arnhem para o Vitesse

 Cheio de infectados pelo COVID-19, PSV perde em Arnhem para o Vitesse

Depois de perder para o Granada CF na estreia da UEFA Europe League, o PSV precisava apagar aquele desempenho fraco diante dos espanhóis o problema é que pela frente teria um Vitesse extremamente organizado.

Além de um adversário encardido fora de casa, Roger Schmidt tinha diversos problemas na escalação da equipe, afinal de contas, muitos jogadores lutavam contra o COVID-19.

Diante de tantos problemas, o Vitesse aproveitou e bateu os Boeren por 2 a 1 dentro do GelreDome.

📊 Como Fica? 📊

Com a vitória, o Vitesse chegou aos 15 pontos, mesma pontuação do Ajax que está na liderança da Eredivisie. O próximo compromisso da equipe de Thomas Letsch será diante do Willem II no Koning Willem II Stadion.

Já o PSV caiu para a terceira colocação com treze pontos e conheceu sua primeira derrota na Eredivisie 2020/21. A equipe de Roger Schmidt viajará para o Chipre enfrentar o AC Omónia Nicósia pela UEFA Europe League. Apenas no próximo final de semana, a equipe voltará para casa e receberá o ADO Den Haag pela Eredivisie.

📃 Escalações 📃

Pelo lado do Vitesse, Thomas Letsch precisou fazer duas mudanças em relação ao time da rodada passada. Danilho Doekhi e Idrissa Touré entraram nas vagas de Tomáš Hajek e Oussama Tannane.

Na vitória do Vitesse em cima do ADO Den Haag, Oussama Tannane acabou sendo expulso após xingar o árbitro da partida e isso forçou Thomas Letsch fazer uma mudança. Além disso, Matúš Bero segue se recuperando de uma lesão.

Vitesse: Remko Pasveer; Maximilian Wittek, Jacob Rasmussen, Riechedly Bazoer e Danilho Doekhi; Eli Dasa; Idrissa Touré, Daan Huisman e Sondre Tronstad; Armando Broja e Loïs Openda.

Já Roger Schmidt, teve o retorno de Eran Zahavi ao comando de ataque, mas Donyell Malen começou no banco de reservas.

Roger Schmidt fez quatro mudanças em relação a equipe perdeu para o Granada CF na quinta-feira. Timo Baumgartl, Denzel Dumfries, Mario Götze e Donyell Malen deixaram o time titular para as entradas de Jordan Teze, Ryan Thomas, Eran Zahavi e Noni Madueke.

Vale lembrar que Denzel Dumfries testou positivo para o COVID-19 e Mario Götze foi poupado após sair durante a partida contra o Granada CF sentindo leves dores.

PSV: Yvon Mvogo; Mauro Júnior, Jordan Teze e Olivier Boscagli, Philipp Max; Jorrit Hendrix e Ibrahim Sangaré; Mohamed Ihattaren e Ryan Thomas; Eran Zahavi e Noni Madueke.

⚽ Gols ⚽

1×0: Aos 09 minutos, em cobrança de escanteio, Maximilian Wittek mandou na cabeça de Jacob Rasmussen. O defensor subiu mais alto que toda a defesa do PSV e mandou no canto direito de Yvon Mvogo.

1×1: O gol do PSV foi muito parecido com o do Vitesse. Aos 50 minutos, Philipp Max cobrou escanteio na esquerda e mandou na cabeça de Olivier Boscagli que também pulou livre para empatar a partida.

2×1: A vitória dos Vitas foi sacramentada aos 54 minutos quando em rápida descida pela esquerda, Maximilian Wittek cruzou rasteiro e Loïs Openda fez Yvon Mvogo pegar pela segunda vez na partida a bola no fundo das redes.

😎 Que massa! 😎

O Vitesse vai se confirmando como uma das equipes que poderá atormentar o trio de ferro da Holanda. Já conseguiu fazer um jogo duro contra o Ajax em Amsterdã e agora bate o PSV dentro do GelreDome.

Outro destaque vai para Riechedly Bazoer que parece ter se reencontrado na carreira jogando como terceiro zagueiro na linha de cinco montada por Thomas Letsch.

🥴 É Bronca! 🥴

O COVID-19 resolveu atingir o PSV neste começo de Eredivisie e principalmente, UEFA Europe League. São tantos desfalques e perdas importantes que Roger Schmidt vai tendo a cada jogo.

Para o jogo deste domingo, ele precisou improvisar Mauro Júnior na lateral direita, isso porque Denzel Dumfries testou positivo para o vírus.

Nesta semana, o PSV terá um compromisso que é fundamental voltar com a vitória contra o AC Omónia Nicósia.

⭐ Destaques da Partida ⭐

Com 75 passes, Olivier Boscagli do PSV foi o jogador que mais tentou dar passes ao longo da partida. Ele também teve o maior número de passes corretos, foram 67 passes certos.

Os dois goleiros tiveram que praticar defesas importantes para que suas equipes não levassem gols. Pelo lado do Vitesse, Remko Pasveer fez quatro defesas difíceis contra três de Yvon Mvogo do PSV.

Ganhando novamente chance no time titular em meio a tantos problemas, Mohamed Ihattaren do PSV foi quem mais chutou a gol na partida, com quatro finalizações e duas delas foram em direção ao gol defendido por Remko Pasveer.

📊 Confrontos Diretos 📊

Essa foi apenas a oitava vitória do Vitesse em cima do PSV. Ao todo, foram 74 duelos com 48 vitórias para o PSV e 18 empates. Uma vitória que representa muito para Thomas Letsch e seus comandados, afinal de contas, a última vitória dos Vitas em cima dos Boeren foi em 2013 quando a equipe venceu no Philips Stadion por 6 a 2.

Naquele ano de 2013, o Vitesse era comandado por Peter Bosz e ele tinha em campo jogadores como Lucas Piazón, Davy Pröpper, Patrick van Aanholt e Marko Vejinovic.

Tarcisio Neri

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *