Feyenoord poderá fazer história nesta quinta-feira, diante do 1. FC Union Berlin

 Feyenoord poderá fazer história nesta quinta-feira, diante do 1. FC Union Berlin

A última vez em que o Feyenoord disputou mata-mata de uma competição europeia foi há sete anos. Um remanescente daquele time é Jens Toornstra. O experiente meia e capitão do time de Roterdã, experimentou esse gostinho com a camisa do Feyenoord.

Há sete anos, o Stadionclub se classificou pela última vez para a fase de mata-mata de um torneio europeu. Uma noite mágica em seu próprio estádio, o De Kuip. Naquela noite em Roterdã, o Feyenoord bateu o Sevilla FC e Jens Toornstra marcou um dos dois gols.

Se Jens Toornstra quer relembrar aquele marco histórico para o clube, ele precisa ajudar o Feyenoord a vencer o 1. FC Union Berlin, nesta quinta-feira. Ele é o único jogador que esteve naquela noite de 27 de novembro de 2014.

“Isso já aconteceu há muito tempo e queremos escrever uma nova história nessa temporada. Fico feliz que em nossa primeira temporada comandando a equipe, já cheguemos tão longe. Mas, nós queremos muito mais do que apenas chegar no mata-mata” disse Arne Slot que em 2014 ainda não tinha nem o diploma de treinador de futebol.

Na temporada passada, o Feyenoord não conquistou uma vaga no mata-mata da UEFA Europe League. A equipe perdeu a vaga para o CSKA Moscou da Rússia.

Uma vitória na capital da Alemanha, poderá garantir essa vaga para os Rotterdammers. O Club van het volk contará com o apoio de 5 mil torcedores holandeses que viajaram até a Alemanha para apoiar o time de Roterdã diante do 1. FC Union Berlin. Uma vitória renderá ao Feyenoord cerca de 500 mil euros, mais um mínimo de 325 mil euros para chegar na fase eliminatória do torneio. Este último valor será duplicado caso o Feyenoord também consiga ser o vencedor do grupo.

Mas esse ganho financeiro não é nada comparado ao aspecto mais importante que é o Feyenoord voltar a se mostrar em mata-mata europeus.

Em tom de brincadeira, Arne Slot foi questionado se ele já sabia onde será a final da UEFA Conference League.

“Se você me perguntasse se eu tinha total certeza de que iríamos passar de fase na UEFA Conference League, eu não conseguiria ter firmeza na resposta, principalmente após a saída de Steven Berghuis para o Ajax” finalizou Arne Slot.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *