Erik ten Hag: “Berghuis foi o homem do jogo”

 Erik ten Hag: “Berghuis foi o homem do jogo”

Além de Daley Blind, Erik ten Hag também atingiu a marca de 50 jogos em UEFA Champions League e o treinador do Ajax festejou bastante a vitória tranquila do clube de Amsterdã em cima do Beşiktaş.

“O Ajax jogou muito bem. Depois de um momento de desatenção no começo da partida, assumimos o controle do jogo. Marcamos dois gols muito bons, mas poderiam ter sido três ou quatro gols. Tivemos muitas oportunidades” disse Erik ten Hag.

Antes do intervalo, o Ajax finalizou 16 vezes contra a meta do Beşiktaş, e os turcos finalizaram apenas uma vez. Mas essa única chance do Beşiktaş acertou a trave de Remko Pasveer.

“O Beşiktaş possui uma excelente equipe e não se compara com à média dos times da Eredivisie. Eles podem jogar com maior intensidade e maior velocidade” disse Erik ten Hag.

Na segunda parte do jogo, o Beşiktaş ainda marcou um gol, mas a arbitragem entendeu que o atacante turco fez falta em Jurriën Timber e anulou o tento.

“Esses detalhes precisamos ficar mais atentos. Nós achávamos que iríamos ganhar marcar a qualquer momento e não é assim que se joga contra adversários como o Beşiktaş. Mesmo com tantos problemas, conseguiram acertar a nossa trave uma vez e marcaram um gol que foi anulado” completou Erik ten Hag.

O treinador Ajacieden se lembra bem do que aconteceu na última vez em que o Ajax conseguiu seis pontos nos dois primeiros jogos da UEFA Champions League.

“Nós temos seis pontos, uma excelente largada. Mas também conquistamos seis pontos nos dois primeiros jogos da Liga dos Campeões há duas temporadas e no final não avançamos de fase. Acredito que aprendemos com aquela situação e estamos mais preparados” disse Erik ten Hag.

Erik ten Hag se refere a temporada em que esteve no grupo com Chelsea FC, Valencia e Lille OSC. O time de Amsterdã venceu Valencia e Lille OSC nos dois primeiros jogos, mas ao final da fase de grupos, terminou em terceiro.

“Agora, na Liga dos Campeões, nosso foco é o Borussia Dortmund. Nós teremos que jogar muito mais do que jogamos hoje e contra o Sporting para vencermos eles. Não podemos ter margem para erros, pois se proporcionarmos um erro como esse do começo do jogo de hoje, dificilmente o Borussia Dortmund não irá fazer o gol” falou Erik ten Hag.

Antes do jogo, a grande dúvida de Erik ten Hag era se manteria Steven Berghuis ou se voltaria com Davy Klaassen no meio de campo. O treinador optou por manter Steven Berghuis no time titular e ele foi o homem da partida. Com um gol e passe para o outro, ele ajudou o Ajax a sair da Johan Cruijff Arena com os três pontos.

“Para mim, Steven Berghuis foi o homem do jogo. Além do passe para o gol e o gol que fez, ele também criou diversas outras oportunidades e abriu muitos espaços na forte defesa turca” comentou Erik ten Hag.

Faltando pouco menos de vinte minutos para acabar a partida, Erik ten Hag retirou Steven Berghuis e colocou Davy Klaassen em campo.

“Ele tem de continuar. Achei que estávamos perdendo a posse de bola no meio de campo e chamei Davy Klaassen para resolvermos essa questão” falou Erik ten Hag.

No Feyenoord, Steven Berghuis não era tão cobrado em relação a recomposição defensiva, afinal de contas, ele era o homem que resolvia os jogos para o time de Roterdã, diante disso, a estratégia era poupá-lo desses momentos para que quando ele recebesse a bola, tivesse mais condições de criar situações de gols. Já no Ajax, a história mudou, sob o comando de Erik ten Hag, o treinador cobra fortemente a recomposição defensiva do atacante holandês.

“Comigo, eu cobro para que todos possam voltar para marcar. Nós criamos um sistema onde os onze jogadores atacam e os onze defendem. Não podemos perder nenhum jogador nesse processo” finalizou Erik ten Hag.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *