Sarina Wiegman acredita em grupo complicado nas Olimpíadas, mas crê que a Holanda tem chances de avançar

 Sarina Wiegman acredita em grupo complicado nas Olimpíadas, mas crê que a Holanda tem chances de avançar

Nesta quarta-feira, tivemos o sorteio da fase de grupos dos Jogos Olímpicos de Tóquio, e a Holanda já sabe que terá pela frente seleções como Brasil, China e Zâmbia.

Para a treinador holandesa, Sarina Wiegman acredita que o sorteio foi “desafiador”, mas também não é impossível de passar. Brasil, China e Zâmbia são três seleções com propostas de jogo completamente diferentes.

Contra o Brasil, Sarina Wiegman acredita que a Holanda jogará contra uma seleção com muito talento, velocidade e experiência.

“Marta já comentou sobre isso na última Copa do Mundo. As jovens jogadoras precisam começar a assumir seus papeis dentro dos clubes e principalmente nas seleções” disse Sarina Wiegman.

No final do ano passado, a Holanda jogou contra o Brasil e a partida terminou empatada em 0 a 0. Vale ressaltar que a Holanda nunca conseguiu vencer a seleção brasileira.

A China já conquistou uma medalha de prata em 1996 e a Zâmbia, são seleções nas quais Sarina Wiegman não possui tanto conhecimento.

“A China conseguiu se classificar para as Olimpíadas por meio dos Play-Offs. Nós sabemos que a seleção chinesa é muito disciplinada. O que ouvimos falar sobre a China é que é uma seleção que gosta de jogar recuada, esperando bons momentos para contra-atacar. Nós precisaremos está muito bem preparadas para esse jogo” completou Sarina Wiegman.

E sobre a Zâmbia, Sarina Wiegman acredita que poderá usar Camarões como comparação, adversária na qual a Holanda enfrentou na fase de grupos da Copa do Mundo de 2019 e venceu por 3 a 1.

“Elas são imprevisíveis, atléticas e menos estruturadas. Estão em uma posição muito ruim dentro do ranking da FIFA, mas não olho apenas isso. Preciso entender o que elas são capazes de fazer dentro de campo. Elas conseguiram desbancar seleções como Camarões e África do Sul para estar em Tóquio” disse Sarina Wiegman.

A Holanda irá estrear contra a Zâmbia, dia 21 de julho. Três dias depois é a vez de encarar o Brasil e finalizará contra a China, dia 27 de julho. Para se classificar, a Holanda precisa terminar entre as duas seleções mais bem classificadas ou torcer para ser uma das terceiras melhores colocadas.

“Não será uma tarefa fácil, é claro. Nós alcançamos um alto nível nos últimos torneios e chegamos à final da Copa do Mundo. Se chegarmos a esse nível, teremos de passar por essa fase de grupos” completou Sarina Wiegman.

As holandesas terão que viajar muito entre as cidades durante o torneio e diante disso, o grupo de jogadores não conseguirá ficar muito tempo no Team NL.

“Nós viajaremos muito de trem entre as cidades. Por causa disso, não poderemos desfrutar do clima que é ficar junto com as demais equipes que irão representar o nosso país nas Olimpíadas em outras modalidades esportivas” falou Sarina Wiegman.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *