O que espera do duelo entre Holanda e Polônia?

 O que espera do duelo entre Holanda e Polônia?

Finalmente, chegou a hora.

Nesta sexta-feira, a Holanda voltará a campo após exatos 290 dias, quando a Laranja jogou contra a Estônia e venceu por 5×0, com três gols de Georginio Wijnaldum, um de Nathan Aké e outro de Myron Boadu.

E o primeiro jogo após a parada por causa da pandemia será sob o comando de Dwight Lodeweges. O treinador interino ficará na seleção para esses dois jogos, visando suprir a saída de Ronald Koeman que deixou a Holanda e é o novo treinador do FC Barcelona.

Na era Koeman, a Holanda viveu uma excelente fase. Chegou na final da Liga das Nações e conquistou sua vaga na próxima Eurocopa que acontecerá ano que vem.

Serão dois compromissos nos próximos dias, primeiro contra a Polônia e o segundo contra a Itália.

Em relação ao adversário de amanhã na Johan Cruijff Arena, a Polônia terminou em último no seu grupo da edição passada da Liga das Nações. O grupo da Polônia tinha Itália e Portugal. Os poloneses foram rebaixados, mas com a mudança do regulamento da Liga das Nações, eles conseguiram permanecer na primeira divisão da competição.

Já nas Eliminatórias para a Eurocopa, a Polônia teve muito mais sucesso. Conseguiu terminar em primeiro do seu grupo, na frente de um adversário da Holanda na próxima Eurocopa, a Áustria. Dwight Lodeweges espera um jogo de muito contato físico.

“Eles possuem uma equipe muito forte fisicamente e acredito que eles vão tentar utilizar disso ao seu favor”

Dwight Lodeweges

Notícias da Holanda

Matthijs de Ligt e Daley Blind não foram convocados devido a problemas de lesão, enquanto Stefan de Vrij foi lesionado nos treinamentos dessa semana em Zeist. Denzel Dumfries também ficará de fora dos dois confrontos, devido o nascimento do seu filho.

Três jogadores disputam a oportunidade de vestir a camisa da Holanda pela primeira vez: Mohamed Ihattaren, Perr Schuurs e Owen Wijndal. Dwight Lodeweges está muito propenso a proporcionar a estreia desses jogadores.

Com Stefan de Vrij fora, um leque de opções se abre para o treinador interino. A grande interrogação da equipe é no sistema defensivo. Tudo indica que Hans Hateboer seja titular na lateral direito. No miolo da zaga, Virgil van Dijk já é certo como titular e capitão, mas quem será seu companheiro?

Nathan Aké e Perr Schuurs brigam forte por essa vaga e Jöel Veltman corre por fora. Se Nathan Aké for colocado como zagueiro, Owen Wijndal poderá ser titular na lateral esquerda. Já se Dwight Lodeweges optar por Perr Schuurs formar dupla de zaga com Virgil van Dijk, aké jogará na lateral esquerda.

Provável Escalação: Jasper Cillessen, Hans Hateboer, Virgil van Dijk e Perr Schuurs, Owen Wijndal; Georginio Wijnaldum, Frenkie de Jong e Marten de Roon; Quincy Promes, Memphis Depay e Steven Bergwijn.

Notícias da Polônia

A seleção polonesa terá um desfalque muito importante, estamos falando de Robert Lewandowski. O centroavante polonês que defende o Bayern München foi dispensado dessa convocação, pois disputou recentemente a final da UEFA Champions League com o clube alemão.

Mesmo sem Robert Lewandowski, Jerzy Brzęczek ainda contará com diversos jogadores de altíssimo nível e um deles é o centroavante ex-AFC Ajax, Arkaduisz Milik.

Provável Escalação: Wojciech Szczęsny; Tomasz Kędziora, Maciej Rybus, Jan Bednarek, Kamil Glik; Grzegorz Krychowiak e Jacek Góralski; Kamil Grosicki, Sebastian Szymański e Piotr Zieliński; Arkadiusz Milik

Fique de Olho

Sem Robert Lewandowski, as atenções na Polônia recaem sobre outros jogadores, mas queremos chamar atenção para um jogador em especial, estamos falando do volante, Grzegorz Krychowiak.

O camisa 10 da seleção polonesa e do Lokomotiv Moscou, Grzegorz Krychowiak é o cabeça pensante da equipe de Jerzy Brzęczek.

Todas as jogadas ofensivas, tem o toque dele. A seleção holandesa e Dwight Lodeweges precisam parar Grzegorz Krychowiak para que ele não crie perigos relevantes para o sistema defensivo da Oranje.

História dos Confrontos

Amistosos, Eliminatórias para Copa do Mundo e Eurocopas foram palcos de 15 duelos entre holandeses e poloneses. Foram seis vitórias para a Holanda contra apenas três da Polônia e três empates.

A última vez que a Holanda perdeu para a Polônia foi na Eurocopa de 1979.

O último duelo entre as duas seleções aconteceu em 2016, em amistoso disputado na Polônia. Sob o comando de Danny Blind, a Holanda venceu com gols de Georginio Wijnaldum e Vincent Janssen.

Daquela equipe que venceu a Polônia em 2016, Jasper Cillessen, Kenny Tete, Virgil van Dijk, Georginio Wijnaldum, Quincy Promes, Kevin Strootman, Luuk de Jong e Memphis Depay estão na atual seleção de Dwight Lodeweges.

Nossa Opinião

A Polônia será um adversário muito duro, mesmo sem o seu principal jogador, Robert Lewandowski.

E mesmo sem Ronald Koeman, o clima entre a seleção holandesa parece muito bom e todos querem começar esse novo ciclo de uma forma muito boa.

Se o meio de campo e o ataque funcionarem bem, conseguiram furar a forte defesa polonesa, montada por Jerzy Brzęczek.

Será interessante ver como Dwight Lodeweges armará a equipe para esses dois duelos duríssimos.

Se a Holanda quiser realmente terminar em primeiro no seu grupo, vencer a Polônia é o primeiro passo para atingir esse objetivo.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *