Após 294 dias da última convocação, Holanda divulga convocação para jogos contra Itália e Polônia

 Após 294 dias da última convocação, Holanda divulga convocação para jogos contra Itália e Polônia

Nesta sexta-feira, tivemos a primeira convocação da Holanda sob o comando do treinador interino, Dwight Lodeweges.

O ex-auxiliar técnico de Ronald Koeman, trouxe algumas novidades para essa convocação, como o nome de Perr Schuurs do AFC Ajax, Mohamed Ihattaren do PSV Eindhoven e Owen Wijndal do AZ Alkmaar. São três jovens promessas que recebem pela primeira vez uma oportunidade na seleção principal.

Vale lembrar que Mohamed Ihattaren viveu um dilema a um tempo atrás, se iria defender a Holanda ou iria defender a seleção de Marrocos, mas Ronald Koeman, pessoalmente, conversou com o jogador e conseguiu convencer o atleta de que ele teria espaços na seleção principal holandesa.

Já o caso de Perr Schuurs, o defensor ganhou mais espaços no time principal do AFC Ajax nesse começo de pré-temporada, onde vem formando dupla com Daley Blind na zaga.

Pelo lado de Owen Wijndal, a esperança é que o jovem consiga dá uma maior qualidade na lateral esquerda da seleção holandesa, posição que ainda não tem um titular absoluto.

O AFC Ajax continua sendo o clube que mais fornece jogadores para a seleção principal. Nessa convocação, foram três jogadores (Perr Schuurs, Donny van de Beek e Quincy Promes) convocados por Dwight Lodeweges que pertencem ao clube de Amsterdã.

Quatros clubes forneceram dois jogadores cada, são eles o AZ Alkmaar (Marco Bizot e Owen Wijndal), Atalanta (Marten de Roon e Hans Hateboer), Liverpool FC (Georginio Wijnaldum e Virgil van Dijk) e PSV Eindhoven (Denzel Dumfries e Mohamed Ihattaren).

Quem chega em alta?

Nathan Aké: O defensor acabou sendo rebaixado com o AFC Bournemouth na Premier League, mas foi um dos grandes destaques da equipe da temporada, ao ponto de despertar o interesse de Pep Guardiola e o comandante espanhol solicitar a diretoria do Manchester City FC a sua contratação.

Ele já é jogador do Manchester City FC e já sabe também que irá utilizar a camisa de número 06 ao longo da próxima temporada.

Jöel Veltman: Toda a sua carreira foi defendendo as cores do AFC Ajax, mas para as próximas temporadas, o defensor vestirá a camisa do Brighton & Hove Albion Football Club da Inglaterra.

Luuk de Jong: O centroavante do Sevilla FC, foi peça fundamental na conquista do título da UEFA Europe League. É bem verdade que ele não marcou muitos gols na temporada, mas os gols que ele fez, foram importantíssimos para que o Sevilla FC conseguisse chegar na final da UEFA Europe League e até mesmo seu gol na final da competição contra a Internazionale, ajudou aos Rojiblancos a levantar a taça da competição continental.

Quem chega em baixa?

Georginio Wijnaldum e Jasper Cillessen

Jasper Cillessen: O goleiro que defendeu o Valência na última temporada, não conseguiu desempenhar um bom futebol na Espanha com a camisa dos Morcegos, infelizmente, já é cogitado que Jasper Cillessen deixe o Valência.

Georginio Wijnaldum: O meia fez uma boa temporada com o Liverpool FC, mas não foi titular absoluto da equipe inglesa e já se comenta que ele poderá ser negociado pelo Liverpool FC, para Thiago Alcântara desembarcar na Inglaterra e assinar com os Reds.

Ausências

Matthijs de Ligt está se preparando para realizar uma cirurgia no ombro e Daley Blind não terá condições de jogo, devido ao problema no coração que ele vem enfrentando.

Calvin Stengs retornou de uma lesão a pouco tempo e ainda não está 100% apto para ajudar a seleção. Após o retorno da pandemia, Myron Boadu ainda não conseguiu voltar a jogar no nível que jogava antes da parada e por isso não se justifica a sua convocação nesse momento. Teun Koopmeiners foi uma das ausências mais sentidas, afinal de contas, é um jogador que vem sendo dono do AZ Alkmaar desde a temporada passada e ainda não recebeu uma chance na seleção principal.

Jeroen Zoet cada vez mais perdendo espaço no PSV Eindhoven e consequentemente na seleção, dessa vez, abriu espaço para Tim Krul retornar.

Compromissos

Essa convocação é visando as duas primeiras partidas da Liga das Nações 2020/21. Serão dois jogos contra Polônia e Itália, nos dias 4 e 7 de setembro.

A Holanda não precisará se preocupar com Robert Lewandowski, afinal de contas, ele recebeu um descanso maior, pois esteve na final da UEFA Champions League.

Confira também

1 Comment

  • Muito bom! Muito bom mesmo, acho que na Europa não tem nenhum time que chegue perto da gente nos próximos anos. Se o time conseguir superar a perda do técnico, seremos campeões!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *