Frank de Boer se mostra satisfeito com desempenho da Holanda e deixa porta aberta para mudanças na equipe

 Frank de Boer se mostra satisfeito com desempenho da Holanda e deixa porta aberta para mudanças na equipe

Após a vitória por 3 a 0 diante da Macedônia, Frank de Boer foi naturalmente questionado sobre o sistema de jogo da seleção holandesa. Enquanto time esteve jogando com três zagueiros, conseguiu fazer apenas um gol e quando mudou o esquema para atuar com três atacantes, dois gols foram criados.

“O mais importante é que todos terminaram fisicamente a partida. Alguns jogadores como Daley Blind e Patrick van Aanholt, conseguiram jogar durante 90 minutos, isso é muito bom. Claro que estou muito satisfeito, terminamos a fase de grupos em primeiro com nove pontos em nove disputados. Marcamos oito gols e sofremos apenas dois” disse Frank de Boer.

A Holanda não conseguiu começar bem a partida e fez apenas um gol no primeiro tempo com Memphis Depay. O atacante holandês marcou após um rápido contra-ataque puxado por Donyell Malen.

“O começo não foi muito bom. Todos esperamos que eles estejam 100% focados e concentrados, mas eles também não querem levar cartões amarelos, então é como se jogasse com o freio de mão puxado. Infelizmente, é assim que funciona” falou Frank de Boer.

O treinador foi questionado novamente sobre o esquema tática da selação. Após sua mudança de sistema no intervalo, com as entradas de Jurriën Timber e Steven Berghuis, o time ficou muito mais leve e solto em campo.

“Nós também criamos diversas oportunidades no primeiro tempo, a diferença é que no segundo tempo fomos mais eficientes. No final das contas, não vejo tantos problemas assim no sistema de jogo. Nós podemos jogar bem com os dois sistemas de jogo. Cada partida vai se desenhar de uma forma e precisaremos ter variações de jogo” completou Frank de Boer.

No meio do segundo tempo, Wout Weghorst e Quincy Promes entraram nas vagas de Donyell Malen e Memphis Depay, que eram as estrelas junto com Georginio Wijnaldum.

“Se dependesse de Wout Weghorst ele jogaria como titular novamente, mas também queria testar alternativas diferentes. Ele teve o azar de acertar o travessão com um bom chute. Ainda não sabemos como jogaremos as oitavas de final, até porque nem mesmo sabemos quem será o adversário. Se entendermos que precisaremos de um homem de referência no ataque, então Wout Weghorst será titular novamente” disse Frank de Boer.

O comandante da Laranja olha para a fase de grupos com satisfação, na qual a equipe da Holanda avança para as oitavas com desempenho convincentes.

“Acho às vezes jogamos de maneira brilhante, inclusive hoje. Fizemos bons progressos em todos os aspectos e a atmosfera e a confiança dos jogadores estão muito boas” comentou Frank de Boer.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *