Frank de Boer preferia uma semana para trabalhar do que amistoso contra o México

 Frank de Boer preferia uma semana para trabalhar do que amistoso contra o México

Nesta segunda-feira, foi dia da apresentação dos jogadores holandeses na seleção de Frank De Boer. A Holanda se prepara para disputar três jogos, entre eles, um amistoso contra o México na próxima quarta-feira.

Frank De Boer convocou 24 jogadores para esses três jogos e o novo comandante da Oranje pareceu que não gostou muito de ter um amistoso antes de dois jogos fundamentais para a seleção.

“Nós teremos dois jogos contra Itália e Bósnia e Herzegovina e eles são os mais importantes para nós. Disputar amistosos sempre é importante para que consigamos preparar melhor a equipe, mas eu queria uma semana de treinos, acho que o resultado poderia ser melhor”

Alguns jogadores se apresentaram a Frank De Boer depois de derrotas em seus clubes, como foi o caso de Virgil van Dijk e Georginio Wijnaldum no Liverpool FC e Donny van de Beek no Manchester United FC.

“Infelizmente passamos por jogos bem complicados, mas quando voltarmos para os nossos clubes, iremos pensar nisso. O nosso foco agora é com a nossa seleção” disse Virgil van Dijk.

Um grande número de jogadores convocados não vive o melhor momento em seus clubes, alguns são até reservas. É o caso de Jasper Cillessen que parece ter perdido a posição de titular no Valencia.

“É importante que os jogadores consigam conquistar espaços em seus clubes, caso contrário, ficará complicado de continuar convocado. Para estar na seleção, o atleta precisa vim bem em seu clube é isso que irá credenciá-lo a uma vaga conosco”

“Memphis Depay foi reserva nos últimos jogos do Olympique Lyonnais, mas foi muito pela sua possível saída para o FC Barcelona, acredito que após o encerramento da janela de transferências, ele volte a ser titular”

Frank De Boer conversou com diversos treinadores nos últimos dias para colher mais informações sobre os jogadores convocados.

“Não fiz nenhum acordo para deixar de utilizar algum jogador”

O novo comandante da Holanda foi questionado sobre a insistência nas convocações de Ryan Babel e Kevin Strootman.

“Eles continuam jogando com frequência em seus clubes e são jogadores muito importantes não apenas dentro de campo, fora também. Eram homens de confiança de Ronald Koeman.”

Ele tocou nos nomes de Calvin Stengs e Mohamed Ihattaren.

“Acredito que tanto Calvin Stengs quanto Mohamed Ihattaren se tornem jogadores fundamentais no futuro para a nossa seleção. Infelizmente não poderemos contar com Mohamed Ihattaren para esses jogos devido uma lesão que ele sofreu, mas a seleção não acaba aqui. Em breve ele estará conosco”

A falta de goleiros holandeses atuando em alto nível foi tema no qual Frank De Boer comentou. Ele disse que acompanha de perto a evolução de Justin Bijlow do Feyenoord.

“Justin Bijlow é garoto que vem ganhando cada vez mais responsabilidades no Feyenoord. Ele hoje é titular na seleção sub21 e em breve estará conosco. Tem muita qualidade e poderá ser titular da nossa seleção no futuro”

Sobre possíveis mudanças mais fortes na seleção, ele já deixou claro que dificilmente fará.

“Inicialmente, iremos analisar tudo aqui. Não vou chegar agora e já querer mudar tudo. Não é esse o meu pensamento e nem a minha forma de trabalhar. Quero conhecer e entender como funciona cada coisa. Aos poucos nós vamos dando a nossa cara ao trabalho e tenho certeza que um dos motivos que me trouxeram para a seleção foi todos terem a consciência de que não iremos mudar tudo do dia para a noite, que o trabalho deixado por Ronald Koeman terá continuidade”

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *