Peter Bosz afirma que seria uma honra treinar a seleção holandesa

 Peter Bosz afirma que seria uma honra treinar a seleção holandesa

Um dos temas que vai ganhando mais discursão na Holanda é quem assumirá a vaga de treinador da seleção holandesa após os jogos contra Itália e Polônia?

Essa pergunta está na cabeça de todos e muitos nomes já foram ventilados. Ontem, Louis van Gaal afirmou que caso recebesse um convite, pensaria com muito carinho sobre um possível retorno ao comando da seleção. Vale lembrar que ele está aposentado e seu último trabalho foi no Manchester United FC, após deixar a Holanda depois da Copa do Mundo de 2014.

Nessa segunda-feira, quem se manifestou sobre assumir a seleção, foi ex-treinador de Vitesse e AFC Ajax, Peter Bosz. Atualmente, ele está na Alemanha comandando o Bayer Leverkusen.

“Eu só posso pensar em ser treinador da Holanda quando alguma pergunta ou convite for feita para mim. Até agora não isso não aconteceu”

Peter Bosz

Dwight Lodeweges será o comandante da Holanda nos jogos contra Itália e Polônia pela Liga das Nações, mas dificilmente ele será oficializado como treinador da seleção.

“Será uma honra me tornar treinador da seleção. Acredito que é uma honra para todos os holandeses. É o máximo que, nós, treinadores, podemos alcançar em nosso país. Mas tudo é uma questão de momento”

Peter Bosz

Com 56 anos, Peter Bosz é uma peça fundamental no projeto do Bayer Leverkusen para voltar a figurar entre os principais clubes da Alemanha. Ele possui contrato com o time alemão até o final da próxima temporada.

Confira também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *