.

.

Lições das últimas cinco derrota da Holanda para a França

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

05/03/2014 – França 02 v 00 Holanda (Amistoso)

Gregory van der Wiel, Bruno Martins Indi e Jean-Paul Boëtius. Esses são nomes que soam como ecos de um passado diante da seleção holandesa. E ainda assim, há menos de quatro anos, a Holanda perdeu para a França com esse trio.

Essa derrota foi muito importante para a Holanda, naquela momento, afinal de contas, a equipe de Louis van Gaal estava se preparando para o Mundial no Brasil, e naquela partida, Louis van Gaal entendeu que a Oranje não teria condições de jogar com uma linha de quatro defensores, foi a partir daquele momento, que ele instalou o 3-5-2 na Holanda.

Dois meses depois, em um amistoso contra o Equador, ele monta a equipe com cinco defensores. Um estilo mais conservador de jogar, mas o resultado dessa vez foi a vitória. Com esse esquema, Louis van Gaal fez a Holanda chegar até a semifinal daquela Copa do Mundo no Brasil.

Lição da Partida: A Holanda precisava abrir mão do seu famoso 4-3-3, e passa a atuar com três zagueiros.

25/03/2016 – Holanda 02 v 03 França (Amistoso)

Um dos jogos mais tristes da história da Holanda. Esse jogo aconteceu um dia após a morte de Johan Cruijff.

Naquele jogo, Danny Blind era o comandante da Holanda. E caso Johan Cruijff estivesse vivo, não gostaria nada do que a Oranje apresentaria naquela noite.

Lição da Partida: O legado de Johan Cruijff não era mais visto na seleção holandesa.

10/10/2016 – Holanda 00 v 01 França (Eliminatórias para o Mundial da Rússia)

Sem conseguir uma vaga na Eurocopa de 2016 na França, a Holanda começava uma nova caminhada, dessa vez para ter a chance de disputar o Mundial na Rússia.

Diante dos franceses dentro de casa, a Oranje perdeu por 1×0 e terminaria a terceira rodada com apenas quatro pontos.

Após essa derrota, a Holanda ainda perderia para a Bulgária fora de casa e Danny Blind seria demitido.

Lição da Partida: A Holanda precisaria encontrar uma nova forma de jogar.

31/08/2017 – França 04 v 00 Holanda (Eliminatórias para o Mundial na Rússia)

Qualquer torcedor que ainda tinha a ilusão de que Wesley Sneijder poderia ter algum futuro com a camisa da Holanda, ficaria desapontado com o que iria ver após as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Dick Advocaat, o então treinador da Holanda, ainda teve a ousadia de dá colocar Wesley Sneijder como o principal armador da equipe. E Dick Advocaat pagou caro demais, não só ele como toda a seleção.

Lição da Partida: A Holanda parecia entender o recado que precisaria realizar uma renovação na seleção, em todas as posições, até mesmo no comando técnico.

09/10/2018 – França 02 v 01 Holanda (UEFA Nations League)

Das cinco derrotas consecutivas contra a França, a última é a que possui mais pontos positivos. O novo treinador da Holanda, Ronald Koeman chegaria para esse duelo com mais de seis meses de trabalho à frente da seleção, e nessa partida, os sinais de melhorias são nítidos.

No primeiro tempo, a equipe parecia um pouco nervosa e acabou sofrendo o primeiro gol na partida. Diferentemente do segundo tempo. Mesmo com a França dominando a partida, a Holanda encontrou seu gol de empate. Por um erro de marcação de Virgil van Dijk, Oliver Giroud se antecipou e marcou o gol da vitória dos franceses.

Com base nesse segundo tempo, a Holanda sairia da França com a cabeça erguida, entendendo que uma melhora está acontecendo na seleção.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: