-

-

Em GelreDome, Vitesse conseguiu atrapalhar a vida do PSV Eindhoven e empatou o duelo em 3×3

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

No último jogo da rodada, tivemos o Vitesse e PSV Eindhoven no GelreDome. Esse era um dos jogos mais esperados da rodada, principalmente após a vitória do AFC Ajax diante do Willem II em Tilburg.

Outro ponto que chamava essa a atenção era que pela primeira vez depois de tanto tempo, o Vitesse conseguiria lotar o GelreDome. A torcida estava esperando um grande jogo.

Mais de 20 mil torcedores empurravam o Vitesse em busca de uma grande vitória diante dos Boeren. Leonid Slutskiy fez apenas uma mudança no time titular que entraria em campo. Bryan Linssen entrou na vaga de Navarone Foor.

Pelo lado do PSV Eindhoven, Mark van Bommel não fez nenhuma alteração, em relação ao time titular que venceu o PEC Zwolle por 4×0 na rodada passada.

O jogo começou com um Vitesse que não iria querer ficar se defendendo. A equipe do treinador russo, Leonid Slutskiy sabia que até mesmo um empate seria um péssimo negócio, dado a situação na tabela de classificação e com isso, mandou seu time partir para cima dos Eindhovenaren.

A coragem dos donos da casa foi premiada aos 13 minutos, quando Thulani Serero recebeu na ponta direita e levou a bola para dentro da grande área. Ele se livrou da marcação de Nick Viergever e finalizou para o fundo das redes de Jeroen Zoet. O placar estava aberto em Arnhem.

Um dos principais problemas que o Vitesse iria enfrentar ao longo do jogo, era a alta velocidade que o ataque do PSV Eindhoven colocava em cima do sistema defensivo dos Vitas. O gol do empate saiu aos 39 minutos. Os Arnhemmer estavam marcando em cima e com isso adiantavam as linhas de marcação, dando um espaço enorme nas costas da defesa. E foi utilizando esses espaços que os homens de Mark van Bommel conseguiram complicar a vida dos donos da casa.

Aos 39, Gastón Pereiro lançou Hirving Lozano que venceu na velocidade de Max Clark e Jake Clarke-Salter. Ele saiu de cara com Remko Pasveer. O goleiro fez falta dentro da grande área em cima do atacante mexicano e Serdar Gözübüyük não pensou duas vezes antes de marcar penalidade máxima para os Eindhovenaren. Na cobrança, goleiro para um lado e bola para o outro. O jogo estava empatado.

O primeiro tempo terminaria, mas antes disso, uma grande polêmica na partida. Gastón Pereiro tinha levantado o pé alto demais e teria batido na cabeça de Matúš Bero. Serdar Gözübüyük consultou o VAR (Árbitro de Vídeo) e mandou o jogo seguir, afirmando que nada aconteceu para justificar a marcação de uma falta.

A segunda etapa, começaria novamente com um Vitesse pressionando demais os defensores do PSV Eindhoven. Mais uma vez, a coragem dos donos da casa foi premiada. Um dos principais nomes do Vitesse na temporada, Martin Ødegaard acertou um lindo chute de média distância, sem chances para Jeroen Zoet aos 59 minutos.

Dez minutos mais tarde, aos 69, o PSV Eindhoven empataria a partida. Denzel Dumfries passou por dois jogadores do Vitesse na ponta direita e cruzou rasteiro para Luuk de Jong que teve apenas o trabalho de colocar o pé na bola para estufar as redes de Remko Pasveer pela segunda vez na partida.

O Vitesse não se abalaria com mais um gol tomado e partiria para cima dos homens de Mark van Bommel. Aos 83 minutos, Martin Ødegaard cobrou escanteio na cabeça de Maikel van der Werff. O defensor do Vitesse pulou mais alto que toda a defesa do PSV Eindhoven e finalizou de cabeça. Jeroen Zoet espalmou, mas Tim Matavž estava no lugar certo e na hora certa para empurrar de cabeça a bola para o fundo das redes e colocar o Vitesse em vantagem pela terceira vez na partida. Será que agora os homens de Leonid Slutskiy iriam conseguir segurar a vitória?

Remko Pasveer estava segurando todas as jogadas ofensivas do PSV Eindhoven. O goleiro estava mostrando porque tinha que ser o titular do Vitesse. Mas aos 88 minutos, o Vitesse sofreu com a velocidade de Hirving Lozano. A equipe da casa estava com o resultado de vitória nas mãos, então para que continuar marcando em cima, mesmo faltando pouco mais de cinco minutos de jogo? Isso teve seu preço. Pablo Rosario mandou um belo lançamento por cima da defesa do Vitesse. Hirving Lozano venceu na corrida para os dois zagueiros e quando estava chegando na cara do gol, Maikel van der Werff lhe derrubou dentro da grande área. Penalidade marcada mais uma vez e Maikel van der Werff expulso, deixando os Vitas com um homem a menos faltando pouco minutos para o fim da partida. Novamente o mexicano converteu a cobrança, só que dessa vez Remko Pasveer acertou o canto, mas não chegou a tempo para defender.

Com esse empate, o Vitesse caiu para a sétima colocação e chegou aos 45 pontos. Na próxima rodada, os Vitas vão ter o FC Utrecht pela frente.

Para o PSV Eindhoven, a equipe terá dois duelos em casa contra De Graafschap e ADO Den Haag. Esse empate fez a equipe de Eindhoven perder a liderança para o AFC Ajax que tem um saldo de gols melhor que os Eindhovenaren.

Esse foi o jogo de número 71 entre as duas equipes, com apenas sete vitórias para o Vitesse contra 46 do PSV Eindhoven e dezoito empates. Desde 2013 o PSV Eindhoven não perde para o Vitesse. O tabu aumenta para o lado dos Vitas, quando analisamos apenas os jogos disputados no GelreDome. Desde 1997 o Vitesse não vence o PSV Eindhoven jogando no GelreDome.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: