-

-

Com dois gols na prorrogação, Holanda vence Inglaterra e está na final da Liga das Nações

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O final da temporada está cada vez mais próximo, mais para a Holanda ainda não é o fim. Nessa quinta, os holandeses venceram a Inglaterra por 3×1 de virada e conquistaram o direito de disputar a final da UEFA Nations League diante da seleção dona da casa, Portugal.

Os comandados de Ronald Koeman tiveram uma certa dificuldade no começo do primeiro tempo, principalmente na construção das jogadas. O sistema defensivo inglês estava impecável e com isso não deixava espaços para os holandeses.

Aos 32 minutos, Matthijs de Ligt recebeu a bola próximo da grande área de Jasper Cillessen. O zagueiro dominou mal e Marcus Rashford estava atento na jogada. O atacante inglês foi mais rápido e quando iria dominar a bola, Matthijs de Ligt não pensou duas vezes antes de derrubar Marcus Rashford na grande área. Clément Turpin marcou penalidade máxima para os donos da casa.

Quando é pênalti contra a Holanda e na meta holandesa está Jasper Cillessen, o adversário tem 98% de certeza que conseguirá marcar o gol e foi exatamente isso que Marcus Rashford. Ele finalizou para um lado e Jasper Cillessen foi para o outro.

Com o resultado positivo a seu favor, Gareth Southgate pediu que sua equipe tivesse ainda mais cuidado na reta final do primeiro tempo, afinal de contas, era muito interessante para a Inglaterra terminar a primeira etapa com uma vitória.

Sem conseguir fazer muitas coisas, a Holanda foi para o vestiário com a derrota parcial de 1×0. Ronald Koeman optou por retornar para o segundo tempo com o mesmo time do primeiro. Quando ele entendeu que realmente o time não renderia mais do que estava conseguindo render, ele fez as duas primeiras mudanças. Donny van de Beek e Quincy Promes entraram nas vagas de Ryan Babel e Marten de Roon. A Holanda agora receberia a injeção de ânimo que precisava para chegar à vitória.

Aos 73 minutos, escanteio para a Holanda e da melhor forma que Matthijs de Ligt sabe se redimir, marcando gols. Memphis Depay cobrou o escanteio e Matthijs de Ligt apareceu entre os dois defensores da Inglaterra para de cabeça estufar as redes de Jordan Pickford.

A Inglaterra agora precisaria sair para o jogo. A Holanda não queria saber de levar o jogo para prorrogação e foi para cima da Inglaterra. O jogo ficou ainda mais em aberto. Jordan Pickford e Jasper Cillessen foram fundamentais para que a partida tivesse mais trinta minutos de bola rolando.

A Laranja precisava desses trinta minutos para chegar nos gols da classificação. Em duas falhas bizarras da defesa inglesa, a Holanda não perdoou e fez os gols. Aos 97 minutos, John Stones dominou errado e Memphis Depay roubou a bola e já finalizou. Jordan Pickford fez uma defesa sensacional. Na sobra, Quincy Promes disputou a bola com Kyle Walker que fez o gol contra.

O gol que sacramentou a classificação aconteceu aos 114 minutos. Novamente Memphis Depay pressionou a defesa inglesa que cedeu a bola para o atacante do Olympique Lyonnais. Ele dominou e tocou para o meio da pequena área. A bola encontrou os pés de Quincy Promes que não teve dificuldades para fazer o terceiro e último gol da Holanda na partida.

Agora, Ronald Koeman e seus homens vão focar no jogo do próximo domingo contra Portugal na final da UEFA Nations League. Para a Inglaterra, resta voltar para casa e começar a pensar na próxima temporada que começará nos próximos dias.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: