O ano de 2018 não foi o ano do PEC Zwolle

Clube corre o risco de nem sonhar mais com a Liga Europa na próxima temporada

O que aconteceu com o PEC Zwolle?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Em 19 de novembro de 2017, o PEC Zwolle perdeu em casa para o PSV por 1×0. Naquele momento, as críticas em cima da forma na qual John van ‘t Schip escalou sua equipe para enfrentar o time de Eindhoven foram bastante duras.

Após essa derrota em casa para o PSV, a equipe de Zwolle voltou a mostrar o bom futebol que estava lhe levando a um lugar bastante alto na tabela de classificação.

“Sua equipe está jogando de forma fantástica. É muito bom ver o PEC Zwolle em campo, dá prazer de assistir o que eles estão fazendo”

O clube ocupava a quarta colocação ao longo do começo da temporada e isso era merecido, até porque a equipe mostrava um futebol extremamente organizado, lhe credenciando para estar aonde estavam naquele momento.

Quando o ano de 2017 chegou ao seu final e a Eredivisie teve a virada de chave, as coisas começaram a ficar estranhas para o PEC Zwolle. O clube fez uma inter-temporada na Espanha.

Se antes era certeza que o clube iria ao menos conseguir uma vaga nos Play-Offs holandeses para a Liga Europa, agora o alerta de preocupação paira pelos lados de Zwolle.

“Ter que trabalhar sob forte pressão também é uma qualidade que esse elenco e principalmente eu, precisamos aprender. Após a pausa do final do ano, não conseguimos mais mostrar o bom futebol que vínhamos mostrando ao longo do começo da temporada” disse o treinador, John van ‘t Schip.

Na temporada passada, a equipe que era então comandada por Ron Jans, acabou terminando a Eredivisie em 14º lugar com riscos reais de rebaixamento. Com a saída de Ron Jans, a primeira meta de John van ‘t Schip era manter a equipe na Eredivisie por mais uma temporada, sem maiores problemas.

Esse objetivo foi atingido sem maiores problemas, tanto que no começo da temporada, o PEC Zwolle estava sendo considerado a surpresa da competição.

Jogadores como Philippe Sandler, Kingsley Ehizibue, Mustafa Saymak, Ryan Thomas, Youness Mokhtar e Younes Namli foram os pilares da equipe de John van ‘t Schip, tanto que na janela que abre ao longo da temporada, Philippe Sandler já foi negociado com o Manchester City e deixará a Holanda ao final dessa temporada.

Antes da virada do ano, o PEC Zwolle acumulou 33 pontos em 18 rodadas. No último jogo do ano de 2017, o time jogou fora de casa contra o ADO Den Haag e perdeu por 4×0, era um prenuncio do que iria vim pela frente.

O elenco do PEC Zwolle foi sendo colocado a prova ao longo de 2018. No primeiro jogo a vitória veio dentro de casa por 1×0 contra o NAC Breda, mas após isso, o clube conheceu duas derrotas consecutivas, muito pelo fato do elenco não ter uma qualidade muito grande, então quando John van ‘t Schip foi perdendo peças como Dirk Marcellis e Mokhtar por suspensão e Thomas e Saymak por lesões, o clube não conseguiu repor do mesmo nível, e o futebol do time caiu como um todo.

Após a virada do ano, o clube não manteve o desempenho do final de 2017 e somou apenas 11 pontos. Dúvidas foram surgindo em cima do elenco e do próprio trabalho de John van ‘t Schip.

Confira no quadro abaixo, o desempenho do PEC Zwolle até a 32ª rodada.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: