Feyenoord 3-1 Sparta Rotterdam

Feyenoord vence após conquistar Copa da Holanda no final de semana passado

Feyenoord vence clássico e colocar Sparta na Nacompetite

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O Feyenoord venceu o derby de Roterdã contra o Sparta por 3×1. Com a derrota do FC Twente o Sparta Rotterdam já sabe que não irá ser rebaixado de forma direto, mas a sua derrota no derby para o Feyenoord faz com que o time tenha que disputar a Nacompetite visando se garantir na Eredivisie da próxima temporada.

O Jogo

Com menos de nove minutos de jogo, o Feyenoord chegaria ao seu primeiro gol. Em boa troca de passes por parte do time da casa, a equipe conseguiu envolver a defesa do Sparta Rotterdam e Nicolai Jørgensen saiu de cara com Jannik Huth. O centroavante dinamarquês finalizou para o fundo das redes, mas Patrick Langkamp marcou impedido na jogada, anulando assim aquele que poderia ter sido o primeiro gol do jogo.

Aos 25 minutos o Sparta Rotterdam teve sua primeira grande chance no jogo. O Feyenoord errou na troca de passes e a equipe visitante não pensou duas vezes em ir para cima da defesa do Feyenoord. Robert Mühren passou com facilidade de Eric Botteghin e ganhou na velocidade do zagueiro brasileiro. O camisa 10 do Sparta saiu de cara com Brad Jones e finalizou. O goleiro australiano defendeu em dois tempos.

O Sparta começava a chegar com mais perigo no gol de Brad Jones e sempre pelo lado esquerdo de ataque. Aos 30 minutos, Robert Mühren tocou entre a linha de defesa do Feyenoord para Thomas Verhaar. O camisa 07 estava livre de marcação. Brad Jones viu o atacante do Sparta dentro da sua grande área e já foi saindo da meta para tentar fechar os espaços. Thomas Verhaar tocou para o meio da pequena área e Jan-Arie van der Heijden estava atento para mandar a bola para lateral.

Aos 32 minutos, Fred Friday errou um passe totalmente infantil no meio de campo que poderia ter custado um gol para sua equipe. O atacante do Sparta Rotterdam deu a bola nos pés de Nicolai Jørgensen. O centroavante do Feyenoord dominou e tocou para Tonny Vilhena que sem pensar duas vezes, viu Robin van Persie livre de marcação e em melhores condições. O atacante recebeu a bola e ficou de frente para Jannik Huth, mas finalizou muito mal.

Aos 34 minutos, o Sparta Rotterdam finalmente chegou ao seu gol. Thomas Verhaar estava com a posse da bola. Ele tocou para Fred Friday que dominou e com muita categoria mandou no ângulo direito de Brad Jones, sem chances nenhuma de defesa por parte do goleiro do Feyenoord. Era o gol que poderia dá um respiro para os visitantes naquele momento da partida e naquela altura do campeonato.

Aos 36 minutos, Robin van Persie perdeu mais uma chance. Com apenas dois toques na bola, o Feyenoord mostrou a fragilidade do sistema defensivo da equipe de Dick Advocaat. Kevin Diks tocou para Nicolai Jørgensen que de primeira deixou Robin van Persie novamente de cara com Jannik Huth, mas dessa vez o goleiro do Sparta chegou no momento exato para fechar os espaços do centroavante holandês.

O grande nome do jogo até então, era o camisa 10 do Sparta Rotterdam, Thomas Verhaar. Ele teve mais uma chance de ampliar o marcador para os visitantes aos 41 minutos, quando ele recebeu a bola dentro da grande área e finalizou cruzado. A bola passou muito próxima da trave direita de Brad Jones.

O Feyenoord não iria e nem poderia sair do primeiro tempo perdendo, afinal de contas, produziu muito mais durante os primeiros noventa minutos. A equipe de Giovanni van Bronckhorst chegou ao empate no minuto 46. Jean-Paul Boëtius viu a passagem de Robin van Persie na sua esquerda e tocou para o centroavante que fez o papel de garçom no primeiro gol dos donos da casa. Robin van Persie cruzou na cabeça de Steven Berghuis que nem precisou sair do chão para finalizar de cabeça e deixar tudo igual.

Segundo Tempo

Aos 51 minutos, a arbitragem anulou mais um gol dos donos da casa. Isso porque Dennis Higler viu falta de Robin van Persie em cima de Sander Fischer.

O Sparta Rotterdam chegou ao seu segundo gol aos 65 minutos, quando Karim El Ahmadi deixou dois marcadores para trás e cruzou rasteiro para o meio da pequena área. A bola passou por toda a defesa do time de Dick Advocaat até chegar nos pés de Jean-Paul Boëtius que mesmo sofrendo uma forte marcação de Frederik Holst, conseguiu finalizar.

Aos 68 minutos, Thomas Verhaar apareceu novamente. O camisa 07 finalizou uma bola depois de um longo tempo na qual sua equipe ficou apenas recuada se defendendo.

Aos 74 minutos, Thomas Verhaar puxou um rápido contra-ataque e deixou Fred Friday na boa para marcar, o problema é que seu toque foi muito forte e o camisa 09 do Sparta não conseguiu dominar ela.

O Feyenoord sacramentou sua vitória aos 83 minutos. Steven Berghuis tocou para Robin van Persie que sem dominar tocou para Karim El Ahmadi. O camisa 08 já estava chegando na linha de fundo quando tocou para o meio da pequena área e lá estava Steven Berghuis para fazer seu primeiro e único gol do jogo e dá números finais a partida.

Futuro

Sem muito o que fazer mais na temporada, o Feyenoord já começou seu planejamento para a próxima tempo. Agora, resta apenas um jogo para acabar a temporada atual e será no próximo final de semana contra o SC Heerenveen longe de casa. O Feyenoord chegará para esse jogo com 63 pontos somados em 33 jogos.

Já o Sparta Rotterdam começará a pensar agora na Nacompetite. O time de Dick Advocaat terá que esquecer tudo o que aconteceu ao longo da atual temporada e focar nessa competição para conseguir permanecer ao menos mais uma temporada na elite do futebol nacional. No próximo final de semana, Dick Advocaat terá um teste que será a última rodada da Eredivisie diante do Heracles dentro de casa.

Fotos do Jogo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: