Vitesse 5-0 FC Twente

O FC Twente ainda tentou se salvar, mas o Vitesse foi mais forte e venceu por 5x0

Após 34 anos, o FC Twente retorna para a Jupiler League

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Oito anos depois de se tornar campeão da Eredivisie, o FC Twente consuma seu rebaixamento para a Jupiler League 2018/19. A equipe perdeu em Arnhem para o Vitesse por 5×0.

Muitos já diziam que a missão de Marino Pušić à frente do time de Enschede já era bastante complicada e com sucessivas derrotas, a consumação do rebaixamento foi apenas questão de tempo. A torcida do FC Twente ainda viajou até o GelreDome para tentar empurrar a equipe a sair ao menos com um ponto, mas o Vitesse foi muito mais forte.

O Jogo

O time do FC Twente entrou na partida já muito tenso e isso fez com que os jogadores começassem a arriscar em busca do primeiro gol muito cedo. Com 11 minutos de jogo, Adnane Tighadouini finalizou de fora da grande área, mas sem muita força, Jeroen Houwen defendeu sem problemas.

Aos poucos, o Vitesse foi acalmando o ânimo dos visitantes. A equipe começou a trocar passes para ir tentando envolver a marcação do FC Twente. O problema é que aos 31 minutos, Navarone Foor tocou errado para Matt Miazga. O zagueiro não conseguiu dominar a bola e Oussama Assaidi roubou a bola e partiu em velocidade para o gol de Jeroen Houwen. Ele tocou na direita para Adam Maher. O camisa 20 dominou e finalizou. O camisa 24 do Vitesse agarrou a bola.

Quando a fase não é boa, não se pode dá margem para o adversário. Aos 40 minutos, Alexander Büttner tocou para Thulani Serero que dominou e finalizou de fora da grande área. Joël Drommel nem chegou a se mexer. A bola entrou no ângulo do goleiro. Esse gol abateu por completo o time de Enschede, que sabia que com a parcial derrota, já estaria rebaixado.

Aos 43 minutos, em bela jogada individual de Vyacheslav Karavaev. O camisa 08 chegou dentro da grande área e finalizou. Joël Drommel defendeu a finalização do lateral.

Segundo Tempo

Aos 53 minutos, o Vitesse chegou ao seu segundo gol. Novamente Alexander Büttner foi o responsável pela assistência. O lateral esquerdo recebeu na linha de fundo e cruzou da esquerda para a direita. Tim Matavž se antecipou à defesa do FC Twente e finalizou de cabeça para o fundo das redes de Joël Drommel.

Aos 68 minutos, o terceiro gol do Vitesse. A defesa do FC Twente se segurava e quando tentou sair com a bola, perdeu mais uma vez. Mitchell van Bergen recebeu a bola na direita e finalizou. Joël Drommel defendeu dando rebote e Mason Mount chegou para completar para o fundo das redes.

Já com o time completamente abatido, o Vitesse não teve mais dificuldade para chegar ao quarto e quinto gol. Aos 71 minutos, uma troca de passes entre Tim Matavž e Mitchell van Bergen resultou no belo gol de voleio por parte de Bryan Linssen.

Para sacramentar a vitória dos donos da casa, Mason Mount cruzou a bola para a grande área aos 88 minutos. Livre de qualquer marcação, Tim Matavž não deixou nem a bola tocar no chão e soltou a perna na bola, finalização sem chances para Joël Drommel.

Futuro

Essa vitória foi fundamental para o Vitesse assegurar uma vaga nos Play-Offs holandês e conquistar uma vaga na Liga Europa da próxima temporada. Esse fato também aconteceu graças a derrotas de PEC Zwolle e SC Heerenveen. Agora, são 48 pontos em 33 rodadas e faltando apenas um jogo para finalizar a temporada regular da Eredivisie. O clube abre quatro pontos para o primeiro time fora da zona de classificação para os Play-Offs. Na próxima rodada, o Vitesse jogará contra o Willem II em Tilburg, apenas para cumprir tabela.

Pelo lado do FC Twente, uma derrota extremamente dolorosa, tanto que vários membros do time falaram após a derrota.

O capitão do FC Twente, Stefan Thesker disse:

“Não sinto nada, estou completamente vazio”

Oussama Assaidi afirmou que o treinador do clube foi “guerreiro” demais desde que assumiu o comando do time.

“Marino Pušić fez o melhor dele, foi valente ao tomar controle numa situação dessas. Com três técnicos numa só temporada, nós, jogadores, precisamos nós olhar no espelho”

O treinador do clube, Marino Pušić afirmou que não tinha mais o que falar.

“Não tenho palavras, muita coisa deu errado”

Para finalizar a temporada, o FC Twente receberá em casa o NAC Breda. Um jogo apenas para cumprir tabela.

O FC Twente foi rebaixado pela última vez no ano de 1983, mas no ano seguinte retornou para a elite do futebol holandês. Por cauda das más administrações financeiras, o clube foi punido várias vezes e em 2016 o clube teria que ser rebaixado, mas conseguiram evitar que isso acontecesse.

Fotos do Jogo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: