Escócia 0x1 Holanda

Dick Advocaat se tornou o treinador com mais vitórias comandando a seleção holandesa

Holanda vence, na penúltima partida sob o comando de Dick Advocaat

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Nesse final de semana, a Holanda entrou em campo, para completar um dos dois jogos restantes desse ano. Sem conquistar em campo a sua vaga para a próxima Copa do Mundo, os holandeses foram até Aberdeen enfrentar os donos da casa, os escoceses. Quem levou a melhor foi a Oranje, que venceu por 1×0, com gol de Memphis Depay.

Antes do jogo, Dick Advocaat já teria confirmado para a imprensa escocesa que esses dois últimos jogos de 2017, seriam seus momentos à frente da seleção holandesa.

A equipe de Dick Advocaat novamente mostrou mais do mesmo, uma equipe completamente lenta na transição de jogo, com excessivos toques entre os zagueiros, e sem verticalização, fatores que dificultaram a classificação da Holanda ao menos para uma fase de repescagem. Outro problema que vez desde a saída de Louis van Gaal do comando da equipe, é a falta de organização, principalmente defensiva, o time quando é atacado, sofre demais para afastar o perigo.

Um dos melhores momentos da partida para a Oranje, foi aos 35 minutos, quando Memphis Depay recebeu a bola, cortou para dentro e chutou da entrada da grande área, mas a bola morreu na linha de fundo, sem perigo para a meta defendida por Craig Gordon.

Aos 36 minutos, foi a vez da Escócia responder com Kieran Tierney, o camisa 04 veio de trás e recebeu a bola na entrada da grande área, mandou um verdadeiro foguete para a meta holandesa, mas Jasper Cillessen defendeu espalmando para a linha de fundo.

Aos 38 minutos, a Holanda chegou novamente, dessa vez com bola aérea. Memphis Depay cobrou escanteio e a bola passou por todo mundo na pequena área e encontrou a linha de fundo. Um perigo muito grande para Craig Gordon, que viu o momento de algum jogador holandês colocar o pé e desviar para o fundo das redes.

E finalmente aos 40 minutos saiu o primeiro e único gol da partida. A jogada foi iniciada no campo defensivo holandês. Com objetividade e troca de passes em alta velocidade, a Holanda mostrou que tem condições de fazer um jogo vertical. Memphis Depay recebeu a bola no campo defensivo, dominou e tocou para Quincy Promes que apareceu no meio de campo, o atacante viu a entrada de Ryan Babel pela direita, tocou para o centroavante experiente, Babel dominou e cruzou na medida, para Memphis Depay entrar na grande área e finalizar para o fundo das redes de Craig Gordon.

Somente no segundo tempo, mais precisamente aos 50 minutos, a Escócia assustaria a defesa holandesa. Callum McGregor dominou na entrada da grande área, tocou e tocou para John McGinn, que teve tempo para dominar com a perna esquerda e finalizar, mas a bola foi para a linha de fundo, passando muito próximo a trave direita de Jasper Cillessen.

Aos 58 minutos, a Holanda armou mais uma jogada. Daley Blind viu a descida de Nathan Aké pela esquerda, e lançou para o jovem lateral, que na velocidade ganhou para o defensor escocês e cruzou meia altura para a pequena área, Memphis Depay não conseguiu acompanhar a jogada e chegou atrasada para finalizar.

Memphis Depay era o grande nome por parte da Holanda, o cara que buscava as jogadas a todo momento. Aos 61 minutos, ele ganhou na dividida com Callum McGregor, tentou adentrar na grande área, mas quando viu vários marcadores a sua frente, resolveu finalizar, o chute saiu muito alto, sem perigo para Craig Gordon.

Como a desorganização defensiva da Holanda era grande, então a Escócia precisava apenas de paciência para encontrar os espaços, e foi assim que finalizou com perigo aos 67 minutos. John McGinn viu um espaço entre os dois volantes holandeses e enfiou uma bela bola para Callum McGregor, que dominou, girou em cima da marcação e finalizou, Jasper Cillessen defendeu em dois tempos.

Aos 72 minutos, a chance mais clara de gol nos pés do melhor jogador escocês na partida. A defesa da Escócia cortou uma jogada ofensiva da Holanda, e a bola sobrou em profundidade para Kieran Tierney ganhar na velocidade do jovem Nathan Aké, Tierney dominou a bola cortando para dentro e tirando o lateral da sua marcação. Karim Rekik tentou cobrir a falha do seu companheiro, mas escorregou, e assim Tierney ficou com o campo livre para escolher o canto, o problema que ele tentou tirar demais a finalização de Jasper Cillessen, o camisa 04 tirou tanto, que a bola morreu na linha de fundo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: