Holanda 2x0 Suécia

Robben ajuda a Holanda a sair com a vitória, mas triunfo insuficiente para sair com uma vaga na repescagem

Robben marca dois gols, dá adeus a seleção e não consegue ajudar a Oranje buscar uma vaga na repescagem

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Tudo que era esperado aconteceu na noite dessa terça na Holanda. A Oranje não conseguiu atingir o placar esperado, e ficou de fora da próxima Copa do Mundo que acontecerá na Rússia. Os Laranjas precisavam vencer a Suécia pôr no mínimo sete gols de diferença, mas o resultado final ficou mesmo no 2×0 para a Holanda.

Agora chegou a hora de todos na Holanda pensarem o futebol. Após não se classificar para a Eurocopa na França, todos pensavam que iria se ter uma comoção no país para que algo de diferente acontecesse na seleção e que o país não ficasse mais uma vez de fora de um grande torneio, mas nada disso aconteceu, e a Holanda fica dessa vez, fora de uma Copa do Mundo.

Vale salientar, que quando o juiz apitou o final da partida, Arjen Robben confirmou aquilo que muitos pensavam que iria acontecer ao final do jogo, a sua aposentadoria. Foram 14 anos defendendo as cores Laranjas da Holanda. Arjen Robben chegou em duas semifinais de Copa do Mundo com a Holanda. Em 2010, só caiu para a Espanha na final, já em 2014, perdeu para a Argentina na semifinal, mas derrotou por 3×0 o Brasil na disputa do terceiro lugar.

Em relação a partida, a Holanda entrou com outro ímpeto para esse jogo. A Suécia começou indo para cima, a Oranje precisou de mais ou menos dois minutos, para conseguir passar com a bola pelo meio de campo. Após colocar a bola no chão e começar a jogar, a Holanda viu que dava para ir incomodando, e ver até onde daria para chegar.

Arjen Robben era o principal jogador em campo, ele buscava a todo momento o gol defendido por Robin Olsen. A Holanda imprimia um ritmo de jogo alucinante, indo para cima com todas as forças. Aos 16 minutos, bola alçada na grande área, e na hora de cortar a jogada, Victor Lindelöf levantou demais o braço, e a bola bateu nela. Sergey Karasev não pensou duas vezes ao dá penalidade máxima para os donos da casa.

Na cobrança, com muita categoria Arjen Robben abriu o placar para os holandeses. Vale lembrar que na hora da cobrança, Robben mandou de cavadinha, Robin Olsen ainda foi na bola, tocou com a perna, mas não conseguiu desviar a trajetória da bola.

Ainda no primeiro tempo, falta perto da grande área da Suécia. Na cobrança, Arjen Robben fez o sinal de que iria jogar a bola na área, mas o que saiu mesmo foi uma jogada ensaiada. Robben tocou para Daley Blind, que apenas amaciou a bola para o chute de Robben, na finalização, a defesa da Suécia chegou primeira, mas a bola parou nos pés de Georginio Wijnaldum, que estava dentro da grande área, o camisa 8 holandês, dominou e finalizou, mas a defesa chegou primeiro e mandou o chute para escanteio.

Depois foi a vez de Ryan Babel levar perigo ao gol de Robin Olsen. Em falta para a Holanda, Ryan Babel cobrou ela tirando completamente da barreira e do goleiro sueco. A bola passou tirando tinta da trave esquerda do goleiro sueco.

A Suécia finalmente chegou ao gol da Holanda. Aos 35 minutos, boa troca de passes dos suecos, que resultou em um cruzamento na pequena área. Marcus Berg subiu para disputar a bola com dois marcadores holandeses, Karim Rekik e Tonny Vilhena conseguiram dificultar a finalização de Marcus Berg, Jasper Cillessen não teve problemas para defender a bola e sair para o jogo.

Aos 37 minutos, mais uma bela chance para a Holanda ampliar. Tonny Vilhena recebeu a bola na lateral esquerda e cruzou rasteiro. A bola passou por toda a defesa da Suécia, e sobrou nos pés de Kenny Tete, o lateral direito holandês tentou finalizar, mas não esperava aquela bola, e pegou completamente errado na bola.

Aos 40 minutos, saiu o segundo gol da Holanda. Novamente ele, Arjen Robben deixaria sua marcar mais uma vez na partida. Ryan Babel recebeu a bola na lateral esquerda e tocou voltando para a entrada da grande área. Arjen Robben viu a movimentação de Babel e se posicionou para receber a bola. O camisa 11 pegou de primeira na bola, estufando as redes de Robin Olsen.

A primeira etapa terminava com boas perspectivas para a segunda metade do jogo. No intervalo, Dick Advocaat voltou com Bas Dost no lugar de Vincent Janssen, que pouco conseguiu produzir durante os primeiros 45 minutos. O problema é que a Suécia conseguiu colocar em campo o modelo de jogo que estava querendo desde os primeiros minutos. Os suecos seguraram o jogo demais na etapa final, e a Holanda começou a se entregar na partida, viu que fazer mais cinco gols seria altamente complicado. Ainda teve alguns momentos de querer fazer algo de diferente, mas nada que assustasse demais os suecos.

Ao final da partida, a Holanda realmente ficou no caminho mais uma vez, já não bastasse a não ida para a Eurocopa, agora terá que assistir a próxima Copa do Mundo em casa, e pela televisão.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: