07º Eredivisie: FC Twente 2x1 Heracles

Com um lindo gol de falta, FC Twente vence em casa e deixa zona da degola

FC Twente volta a vencer na Eredivisie e deixa a zona de rebaixamento

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Aos poucos, o FC Twente dá sinais de que vai se encontrando dentro da temporada, e nesse começo de rodada ficou comprovado, isso porque dentro de casa, a equipe recebeu a boa equipe do Heracles Almelo, e sob um placar apertado, o time de Enschede venceu e conquistou mais três pontos na Eredivisie. Essa vitória foi fundamental para tirar a equipe da zona de rebaixamento/repescagem, hoje com seis pontos, tem apenas um ponto de vantagem para o primeiro time que está nessa situação.

O FC Twente jogará somente daqui a 15 dias, isso porque teremos data FIFA nos próximos dias, e o time de René Hake terá pela frente o Willem II em Tilburg. Já o Heracles, voltará para Almelo, e diante da sua torcida, terá a missão de voltar a vencer após a derrota para o FC Twente, e o Vitesse será o adversário da próxima rodada.

Vale lembrar que com essa derrota, o Heracles estacionou nos 08 pontos, e com isso ficou na 12º colocação, e não perderá mais posições nesse final de semana.

O primeiro gol da partida, saiu apenas com dois minutos de jogo, quando Haris Vučkić recebeu a bola na entrada da grande área, cortou a marcação e bateu, a bola passou pelo goleiro Bram Castro, mas Lerin Duarte salvou em cima da linha, o problema foi que ele não conseguiu cortar a bola completamente, e isso fez com que Fredrik Jensen chegasse batendo e de carrinho, empurrasse para dentro do gol.

Apenas no segundo tempo, os visitantes conseguiram chegar ao empate, quando aos 52 minutos, Brahim Darri passou pela marcação na lateral esquerda e cruzou na medida para o artilheiro do Heracles, Paul Gladon pular sozinho e cabecear para o fundo das redes de Jorn Brondeel. É como diz o ditado, “o artilheiro nunca morre”.

Somente aos 76 minutos o FC Twente chegaria ao seu gol da vitória. E não foi qualquer gol que deu a vitória para os donos da casa. Danny Holla tinha entrado aos 68 minutos, e René Hake apostava suas fichas nesse jogador. Em cobrança de falta, ele cobrou perfeitamente, a bola morreu no ângulo de Bram Castro, que ainda foi na bola, mas só conseguiu tocar nela quando já estava dentro do gol.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: