Huntelaar tem desejo de voltar ao Ajax

Huntelaar afima que foi procurado por Van der Saar e Marc Overms

Huntelaar rejeita a China e aceita até reduzir salário para voltar ao Ajax

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Um jogador com 32 anos que chega para sua última temporada no em um clube e ainda não tem na cabeça o que irá fazer do futuro quando sair do clube, esse é o dilema vivido hoje por Klas Huntelaar, atacante holandês que começou sua carreira no Ajax. O camisa 09 da equipe alemã, tem apenas uma única certeza na sua cabeça, que essa será seu último ano defendendo o clube e que depois disso, ainda não sabe se aceitará uma oferta milionária para jogar na China e conseguir aumentar ainda mais sua riqueza, ou se volta para casa, ou melhor, volta para o clube que lhe revelou para o futebol mundial.

Marc Overmas já conversou com Hunterlaar sobre um possível retorno para o Ajax, mas ao que sabemos, Van der Sar e o ex-treinador do clube, Frank de Boer também abordaram o atacante sobre sua volta para Amsteram.

“Eles me perguntaram, em janeiro, quais são meus planos para o futuro. Mas o ponto é o seguinte: o que eu quero? Eu não sei ainda. Estou esperando alguns desenvolvimentos no Schalke, então ainda não estou no mercado. Por isso, ainda não aconteceu uma proposta”, afirmou.

Mesmo com a saída de De Boer do comando da equipe, Hunterlaar afirmou que sua vontade de voltar a defender as cores do Ajax continuam as mesmas.

“Escolho um clube, não um treinador”, disse. E também não o assusta a perspectiva de ganhar menos dinheiro, já que a liga holandesa é menos rica que a alemã. “Se eu optar pelo Ajax, eu aceitaria ganhar menos. O dinheiro é menos importante. Eu sei o que escolho. Nunca me deixei guiar pelo dinheiro, mas pelos meus sentimentos. Agora, preciso tomar uma decisão. Ainda tenho contrato com o Schalke e não estou esperando o Ajax. Quero enfatizar que já estou em um grande clube”, afirmou.

Huntelaar tem 105 gols em 136 jogos pelo Ajax, e na temporada que chegou ao fim, ele atuou em 40 oportunidades e marcou 16 vezes. O atacante que já teve passagens por Milan e Real Madrid, mostrou que dinheiro não é tudo para ele, e sim sua felicidade é o principal foco na sua carreira jogador.

“Tive propostas de outros países. Da China, por exemplo. Era muito dinheiro, mas recusei. Não tive nenhum arrependimento sobre isso. Nunca deixaria minha família para trás para jogar em uma terra distante. Nem mesmo por muito dinheiro”, disse.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: