Irlanda 1-1 Holanda

Em amistoso contra a Irlanda, Oranje mostra que Blind ainda terá muito trabalho pela frente

Holanda ainda mostra muita fragilidade defensiva e fica apenas no empate

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Irlanda 1x1 Holanda

Na última sexta, tivemos a Oranje entrando em campo em mais um amistoso, e já que não vamos para a Eurocopa na França, podemos dizer que estamos nos preparando para as Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018. Mas ao que diz respeito ao jogo, a equipe novamente foi muito mal, o meio de campo que foi composto por Strootman, Wijnaldum e Bazoer não conseguiu ajudar o ataque a criar boas chances de gols.

No começo do jogo, a Holanda queria tentar marcar rapidamente, e os pontas estavam a todo vapor, pela direita Memphis Depay tentava acelerar o jogo, mas o lado que mais estava dando jogo foi pela parte direita, aonde tínhamos Quincy Promes, que a todo momento partia para cima visando cruzar a bola para Janssen finalizar.

534724276

Mas um problema recorrente da equipe holandesa resultou em gol dos irlandeses, estamos falando da lenta transição entre defesa e ataque. Quando a Holanda tem a bola na defesa, não consegue imprimir uma bola velocidade para, quem sabe, pegar o time adversário desarmado e desorganizado. Um lance que podemos apontar foi quando Jeffrey Bruma cortou a bola da área, Wijnaldum dominou e tentou acelerar o jogo, mas não visualizou ninguém a sua frente pronto para receber a bola, e o que aconteceu? Ele teve que voltar o jogo, e nisso de voltar o jogo para a defesa, a Irlanda conseguiu ser mais rápida e roubou a bola novamente.

Outro ponto importante, foi que nos primeiros 45 minutos de jogo, a Holanda só conseguiu finalizar em apenas duas oportunidades, mas isso não é culpa de Janssen, muito pelo contrário, ele não teve culpa alguma, o problema era que a bola não chegava, porque com a transição de jogo era inexistente, a bola não chegava nos pés do centroavante, e a única forma que existia era quando os dois laterais holandeses subiam para tentar algo, mas os cruzamentos era facilmente cortados pela defesa irlandesa.

534717558

Pois bem, como diz o ditado “há uma luz no fim do túnel”, e podemos dizer que essa luz no final do túnel se chama Kevin Strootman, o volante holandês que fez seu retornou vestindo a camisa da Oranje nesse amistoso, mostrou que ele é um jogador completamente diferenciado, quando pegava na bola visava sempre o jogo ofensivo, o jogo para cima, não tocava de lado, ele tocava para frente, buscando a todo momento em que esteve em campo, dá oportunidades para que seus companheiros de ataque conseguissem ter a oportunidade de finalizar a gol. Durante os 68 minutos que esteve dentro de campo, ele deu 73 passes, dos quais 88% deles foram de forma correta. Mais uma vez, Strootman comprova que sua convocação é fundamental nesse processo de renovação que a Oranje vive atualmente.

O gol dos donos da casa saiu aos 19 minutos de jogo, quando no rebote da bola, Long conseguiu empurrar para dentro do gol. Só que existe uma grande falha em todo o lance, primeiro quando van Dijk resolveu finalizar uma jogada mandando a bola para escanteio, e fazendo com que a Irlanda usasse da sua melhor ferramenta, a bola parada. O problema maior é que não teria necessidade de van Dijk empurrar a bola para a linha de fundo, ele tinha condições de até mandar a bola para lateral de campo. O segundo ponto é que ele ainda conseguiu perder uma disputa de cabeça com o atacante Long, que é 13 centímetros mais baixo que ele. A defesa holandesa é um dos pontos mais críticos de toda a seleção, é fundamental que Danny Blind comece a ter ainda mais carinho com esse setor, porque se ele não conseguir arrumar a cozinha do time, dificilmente vai ganhar os jogos.

22vs_deSmd_l

Ficou nítido que a Holanda sem a presença de Sneijder, fica sem nenhuma peça de criação, existe a possibilidade de usar Klaassen ou Clasie, mas nenhum dos dois ainda conseguiram ter um amadurecimento em seu futebol suficiente, para ao menos suprir a ausência do camisa 10 nas partidas que ele estiver impossibilitado de jogar. Então a Holanda tinha apenas em jogadas individuais para tentar fazer o jogo ter outro rumo. O que mais tentava era Memphis, mas ele não conseguia dá continuidade a jogada, tanto que Blind falou sobre isso após o jogo.

“O potencial dele segue presente, mas nota-se que a temporada não foi boa e isso o afetou. Assim, é melhor jogar o mais simples possível”.

22uY_55SlO_l

A Holanda teve uma melhora nítida apenas no segundo tempo, quando Danny Blind resolveu mexer tanto nos jogadores em campo quanto na formação tática da equipe. Ele colocou em campo Steven Berghuis, Bas Dost, Luuk de Jong e Marco van Ginkel, fazendo com que a Laranja saísse do 4-3-3 e fosse para o 4-4-2. Van Ginkel conseguiu fazer durante sua participação em campo, o que o time não estava fazendo, criar mais chances, tudo bem que as oportunidades começaram a surgir mais em bolas cruzadas na grande área, mas ao menos estavam surgindo. A melhora da Holanda na partida, também se deu ao fato de que o treinador irlandês, preferiu preservar sua equipe titular, tirando jogadores como S. Long, G. Whelan, S. Quinn, D. McGoldrick e H. Arter, e até mudando a postura da equipe, que até os 82 minutos de jogo estava vencendo. Martin O’Neill pediu então que sua equipe fechasse no 4-4-2 e começasse a se defender mais.

O que o treinador irlandês não contava, era que a dupla do time de Eindhoven fosse conseguir repetir a jogada que tanto fez sucesso na Eredivisie, aos 85 minutos, Jetro Willems recebe na esquerda e cruza na medida para Luuk de Jong mandar para o fundo das redes, deixando tudo igual no Aviva Stadium. O empate não transmitiu o que aconteceu na partida, aonde a Irlanda conseguiu dominar facilmente a Holanda, e ao final do jogo, o time Laranja conseguiu deixar tudo igual.

22uO_17SlI_l

Danny Blind falou após a partida sobre o que disse aos seus jogadores no intervalo de jogo.

“No intervalo, minha primeira frase [aos jogadores] foi: ‘Como pode?!’ É difícil explicar. Tivemos uma boa semana de treinos, e de novo saímos atrás, como pode ser assim?”.

Scouts (Irlanda - Holanda)

Scouts do jogo

Momentos (Irlanda - Holanda)

Substituições, gols e cartões

Escalações (Irlanda - Holanda)

Escalações das duas equipes

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: